web analytics

A maioria das pessoas tem sentido nevoeiro mental ou cérebro cansado. É frequentemente descrito como uma sensação de cabeça turva. O esquecimento é uma queixa comum entre os idosos. À medida que envelhecemos, experimentamos alterações fisiológicas que podem causar falhas nas funções cerebrais que demos sempre por garantidas. Demora mais tempo a aprender e a recordar informações. Já não somos tão rápidos como antes. Além disso, a falta de sono, o excesso de trabalho e o stress podem causar cérebro cansado. O cérebro cansado pode ser frustrante, mas o alívio é possível. Não ignore os seus sintomas. Se não for tratada, a síndrome do cérebro cansado pode afetar a qualidade da sua vida e levar a outras condições, como a doença de Parkinson, perda de memória e a doença de Alzheimer.

O que é a síndrome do cérebro cansado?

O cérebro cansado caracteriza-se pela confusão, esquecimento e falta de foco e clareza mental. Isto pode ser causado por excesso de trabalho, falta de sono, stress, e passar demasiado tempo no computador. A nível celular, acredita-se que o cérebro cansado seja causado por inflamações de altos níveis e alterações nas hormonas que determinam o seu humor, energia e foco. Os níveis desequilibrados das hormonas fazem com que todo o sistema seja afetado. Além disso, a síndrome do cérebro cansado pode levar a outras condições, tais como obesidade, menstruação anormal, e diabetes. Daí surgirem estas ampolas para o seu cérebro cansado.

Causas.

O cérebro cansado é tipicamente enraizado num estilo de vida que promove desequilíbrios hormonais sendoéexacerbado pelo stress.

Radiação eletromagnética  — a partir de computador, telemóvel, tablets.

Stress — reduzir o fluxo sanguíneo para o cérebro causando má memória.

Falta de sono, não exercício.

Dieta — aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Toxinas, poluição, substâncias químicas e inseticidas.

Sintomas

Dificuldade em dormir, insónias.

Dores de cabeça.

Baixa energia ou fadiga.

Função cognitiva deficiente.

Mudanças de humor.

Ficar irritável.

Esquecimento.

Dificuldade em concentrar-se.

Baixa motivação, falta de ideias.

Ausências excessivas.

Ligeiramente deprimentes.

Tratamento — Formas de acabar com o cérebro cansado. 

O tratamento para cérebro cansado depende da causa. As modificações no seu estilo de vida também podem ajudar.

Passe menos tempo no computador e no telemóvel — lembre-se de fazer uma pausa.

Pensamento positivo, reduzir o stress.

Mude a sua dieta.

Durma o suficiente, 7–8 horas por dia, vá para a cama às 22h ou o mais tardar à meia-noite.

Exercício regular.

Evite álcool, fumar e beber café à tarde.

Encontrar atividades agradáveis.

Ampolas para cérebro cansado

Suplementos para ajudar a parar o cérebro cansado. 

Óleo de Peixe — contém ácidos gordos ómega-3 de cadeia longa, DHA. A fonte é salmão, atum, cavala e sardinha. Pode melhorar a função cerebral, as capacidades motoras e a visão.    

Extrato de Ginkgo Biloba. —  Amplamente estudado pelos seus efeitos eficazes anti-inflamatórios, antioxidantes, formadores de plaquetas e impulsionadores de circulação. Os benefícios do Ginkgo Biloba incluem melhor função cognitiva, humor positivo, aumento da energia, melhor memória e sintomas reduzidos relacionados com múltiplas doenças crónicas. Também pode reduzir o risco de doença de Alzheimer. 

Choline Bitartrate — A “Choline” está quimicamente relacionada com o grupo B de vitaminas. É importante para as membranas celulares e para a produção da acetilcolina neurotransmissora, que tem um papel na memória e no controlo muscular.

Gamma Oryzanol — tem sido demonstrado elevar os níveis de neurotransmissor no sistema nervoso central. Também promove o relaxamento do humor e o sono descansado.

L-Theanine — promove o relaxamento e facilita o sono através do aumento do nível de serotonina, dopamina e GABA. L-theanine é conhecido como um ansiolítico- funciona para reduzir a ansiedade.

Fosfatídilserina — é um produto químico importante com funções generalizadas no corpo.    


Faz parte da estrutura celular e é fundamental na manutenção da função celular, especialmente no cérebro. Tomar fosfatitidilserina pode melhorar alguns dos sintomas da doença de Alzheimer e da demência. Além disso, ajuda a melhorar a capacidade de pensar, atenção, controlo de impulsos e hiperatividade em crianças e adolescentes com distúrbio de hiperatividade do défice de atenção (ADHD).

Inositol — já foi considerado um membro do complexo de vitamina B. Tem um papel no sistema nervoso e no metabolismo da gordura. Ajuda na produção de células saudáveis na produção de medula óssea e membrana celular — bainha de mielina. Além disso, é importante para o crescimento do cabelo. 

Extrato de Ginseng – Ginseng regula eficazmente a resposta imunitária e as alterações hormonais devido ao stress, mantendo assim a homeostase. Além de suprimir a ocorrência de doenças psicológicas como ansiedade e depressão, ginseng também previne doenças fisiológicas associadas ao stress.

Lecitino de soja — composto por fosfatitidicolina. Melhora a memória e a capacidade de aprendizagem. Também ajuda a reduzir o risco de pedras de fel e a melhorar a função hepática. A pesquisa mostra que ajuda a melhorar a função cerebral e pode prevenir a demência.

L-Carnitina L-Tartrate — tem um papel importante na produção de acetilcolina. Ajuda a melhorar   a função cerebral e a demência. Este aminoácido pode passar através da barreira cerebral do sangue (BBB) e regula o nível do neurotransmissor no cérebro.

A vitamina C desempenha um papel importante no corpo. É necessário manter a saúde da pele, cartilagem, dentes, osso e vasos sanguíneos. Também é usado para proteger as células do seu corpo em caso de dano. É conhecido como um antioxidante. Além disso, ajuda a regular a temperatura corporal e a produção hormonal.  

Vitamina A Acetato – é uma vitamina solúvel em gordura. Promove uma boa visão e contraria a cegueira noturna e os distúrbios oculares. A vitamina A ajuda na adequada função do sistema imunitário. É também necessário para o crescimento e desenvolvimento normal das células. Outro papel importante é o antioxidante que protege as células de danos radicais livres.  

Vitamina E DL-Alfa- Acetato de Tocoferil) – combate os radicais e previne o desenvolvimento da doença. Certos isómeros de vitamina E têm poderosas habilidades antioxidantes que conseguem reduzir os danos radicais, combater a inflamação, portanto, ajudar naturalmente a retardar o envelhecer das suas células e a combater problemas de saúde como doenças cardíacas, hipertensão, envelhecimento e cancro.

Complexo de Vitamina B – vitaminas complexas B ajudam o seu corpo a produzir energia a partir dos alimentos, formam glóbulos vermelhos, e desempenham um papel essencial em certas funções corporais. A vitamina B1 é um agente terapêutico para a neuropatia. A vitamina B2 ajuda a converter os alimentos em energia. Vitamina B3 ajuda as enzimas do corpo a funcionar corretamente, ajudando o corpo a usar outras vitaminas B. A vitamina B5 promove o sistema digestivo e a pele saudável. A B6 envolve a função imunitária e o desenvolvimento cerebral. Ajuda na formação de neurotransmissor. A B12 é necessária para a formação de glóbulos vermelhos e ADN, sendo importante para o metabolismo proteico.          

Cada cérebro muda com a idade, e a função mental muda com ele. O declínio mental é comum, e é uma das consequências mais temidas do envelhecimento. Há formas de ajudar a manter a função cerebral: reduzir o uso de smartphone, tablet e computador, descansar o suficiente, comer alimentos saudáveis e tomar suplementos essenciais preparados por uma equipa de especialistas, ampolas para o cérebro cansado. Estes podem ajudar a melhorar a memória, reduzir o stress e manter o equilíbrio emocional.