Entrevista: Suicídios aumentaram para mais do dobro

É o mais intrigante dos actos do ser humano. Número de suicídios registou em Portugal uma descida progressiva na década de 90, mas subiu para mais do dobro no início deste século. Na região, o número de suicídios parece ter disparado no ano passado. Qual será, afinal,  o impacto da crise na saúde mental dos portugueses? Em entrevista ao JF, o psiquiatra Carlos Saraiva, garante que a crise económica tem efeitos negativos na saúde mental Read more…

Mitos e Respostas Sobre Suicidio

Acha que é um potencial suicida? Existem pessoas a quem um suicida pode recorrer para pedir ajuda; se sabe de alguém com comportamentos suicidários, ou se se sente um potencial suicida, procure quem possa prestar ajuda não desistindo nunca antes de alguém o ouvir. Uma vez mais, a única forma de saber se alguém tem comportamentos suicidários é perguntando e analisando a sua resposta. Consulte a página de Telefones SOS aqui.  Os suicidas, como todas as Read more…

Linha de Apoio ao Suicidio Portugal

É frequente as pessoas com comportamentos suicidários darem sinais de alarme, consciente ou inconscientemente, esses sinais que indicam a necessidade de ajuda e a esperança de poderem ser salvas. Estes sinais aparecem usualmente agrupados e geralmente são bastante perceptíveis. A presença de um ou mais destes sinais não é uma garantia de que a pessoa pretende cometer o suicídio: a única forma de ter a certeza é perguntando. Noutros casos, o suicida pode não querer Read more…

O suicídio é ilegal? Duvidas e Apoio

O facto de ser ilegal ou não, não possui qualquer importância para quem está tão desesperado que equaciona a própria morte. Não é possível legislar sobre a dor pelo que tornar o suicídio ilegal não impede que quem esteja desesperado tenha sentimentos suicidas ou atente contra a sua própria vida. O facto de ser um acto ilegal só poderia deixar mais isolado quem o equaciona, já que a maioria das tentativas de suicídio são mal sucedidas, Read more…

Que tipo de factores pode contribuir para alguém ter pensamentos suicidários?

Normalmente consegue-se lidar razoavelmente bem com problemas de stress e isolamento ou acontecimentos e experiências traumáticas, mas quando há uma acumulação de tais acontecimentos a capacidade de lidar com tais situações é levada ao limite. A tensão ou trauma gerado por um dado acontecimento variará de pessoa para pessoa dependendo da sua experiência e de como lida com esse trauma em particular. Umas pessoas são mais ou menos vulneráveis a acontecimentos particulares de trauma, e outras Read more…

Como o suicídio afecta amigos e familiares?

O suicídio é sempre uma experiência extremamente traumática para os amigos e familiares, mesmo que quem tente o suicídio pense que ninguém se preocupa com elas. Além dos sentimentos de mágoa normalmente associados com a morte da pessoa, podem existir sentimentos de culpa, cólera, ressentimento, remorso, dúvidas e grande angústia acerca de situações não esclarecidas. O estigma que cerca o suicídio pode fazer com que seja extremamente difícil para os que sobrevivem lidar com a Read more…

Prevenção de Suicidio

Cenário suicida:  Dor psicológica intolerável (por falta das necessidades psicológicas elementares)  Perda da auto-estima (com incapacidade para aguentar a dor psicológica)  Constrição da mente (menos horizontes e menos tarefas)  Isolamento (sensação de vazios e de falta de amparo)  Desesperança (sensação de nada valer a pena)  Egressão (fuga como única solução para acabar com a dor intolerável)  Perfil do suicida em Portugal  Homem, a viver na Grande Lisboa, no Alentejo ou no Algarve, com mais de 50 Read more…

Como saberei se alguém com quem me preocupo tem pensamentos suicidários?

É frequente as pessoas com comportamentos suicidários darem sinais de alarme, consciente ou inconscientemente, esses sinais que indicam a necessidade de ajuda e a esperança de poderem ser salvas. Estes sinais aparecem usualmente agrupados e geralmente são bastante perceptíveis. A presença de um ou mais destes sinais não é uma garantia de que a pessoa pretende cometer o suicídio: a única forma de ter a certeza é perguntando. Noutros casos, o suicida pode não querer Read more…

O meu bebé não tinha nada de mal, apenas estava a exigir a minha presença, a 100%

A Sofia é Psicóloga e é casada com o Gil. Juntos são pais da pequena Beatriz e também do Bernardo, que está quase a fazer um ano. Passados 12 meses depois do nascimento, Sofia partilha connosco os melhores momentos e também os conselhos de quem vive a maternidade pela segunda vez. Como foi a tua gravidez? Adorei estar grávida. Foi passada de forma tranquila, apesar de me sentir muito cansada muito cedo e ter tido Read more…

Tinha medo do bebé nascer antes do tempo e se ele seria um bebé saudável

A Sheyla tem 41 anos e é engenheira. É casada com o Pedro e são pais de dois meninos, o Bernardo e o Martim. Passado mais de 1 ano de ter tido o seu bebé mais novo, a Sheyla conta-nos como a experiência de ser mãe pela segunda vez é tão diferente da primeira. E explica-nos como todos os momentos menos bons são ultrapassáveis, de forma a podermos aproveitar ao máximo a magia da maternidade. Como foi a tua gravidez? Read more…